Equipamentos...

Desde a fundação do Lusitano, o clube mudou ao longo dos anos várias vezes as cores do seu equipamento.

1911: Os fundadores do Lusitano decidiram que a coloração do equipamento seria camisola violeta escuro, gola preta com cordões pretos, punhos pretos e calções brancos, seria este o equipamento durante aproximadamente 10 anos.

1921: Sob a presidência de Manuel Albergaria Seixas Bandarra, na época desportiva de 1921-22, ainda com o nome de Lusitano Futebol Clube, foram estreados os novos equipamentos com a camisola metade branca e metade verde alternando as cores nas mangas, calções pretos e meias pretas. Foi precisamente com este equipamento em 19 de março de 1922 que o Lusitano fez a estreia contra equipas de Lisboa.

1929: Durante a curta presidência de Álvaro de Araújo Vivaldo e já com o nome de Lusitano Ginásio Clube, o Lusitano viria novamente a alterar o seu equipamento oficial, equipando assim com camisola totalmente verde com gola branca, calções brancos e meias bicolores (brancas e verdes).

1950: Foi precisamente a 18 de maio de 1950 que numa reunião da Direção liderada pelo presidente Alberto Câmara Manoel que se tomaram várias decisões relativamente à aposta no assalto à 1ª Divisão Nacional, entre elas decidiu-se também pela alteração do equipamento, passando assim o Lusitano Ginásio Clube a equipar com uma camisola às listas verdes e brancas em sentido paralelo com 5 centímetros de largura, sendo a gola fechada por atacadores. Por sua vez, os calções permaneceram brancos e as meias passaram a ser às listas brancas e verdes. Foi com este equipamento que o Lusitano viveu o seu período áureo, sendo considerado até aos dias de hoje como o equipamento típico do Lusitano de Évora.

Foto:

Grupo de fundadores do Lusitano,

equipando com as colorações iniciais.